Dicas Para Emagrecer e Perder Barriga de Forma Saudável.

claramento dental duvidas comuns

Published in saude - 0 Comments

Aqui estão as dúvidas mais comuns que você pode ter sobre clareamento dental. Procuramos responder às dúvidas mais comuns Se ainda assim houver alguma pergunta, não deixe de nos escrever nos comentários. Nós iremos responder o mais rápido possível.

 

Por que os dentes escurecem e amarelam?

 

São diversos fatores, a começar pela idade. Ao longo dos anos há uma tendência natural de escurecimento e amarelamento dos dentes. Soma-se a isso também a ingestão de alimentos ricos em pigmentos escuros, hábitos como os de tomar café, o fumo e alguns antibióticos, quando utilizados em grandes doses ou por longos períodos. Algumas características do esmalte podem favorecer esses tipos de manchas, como rugosidade superficial, presença de trincas e sulcos profundos.

 

Vou ter sensibilidade nos dentes se fizer clareamento?

Tudo que é relacionado a dor é algo que depende de vários fatores, e cada pessoa é um caso diferente. A sensibilidade pode sim acontecer em casos de clareamento dental, porém a sensação é passageira e não ocasiona nenhum dano na estrutura dentária.

Nos casos de clareamento em consultório, a sensibilidade acontece, na maioria das vezes, logo após ao clareamento e vai diminuindo com o passar do tempo, geralmente em 24 a 48 horas ela já sumiu. Como nos tratamentos caseiros a concentração da solução clareadora é menor, a possibilidade de ocorrer sensibilidade é menor.

 

O dente clareado pode amarelar novamente?

Sim, pode voltar a amarelar. Mas nunca volta como era antes. O clareamento é um processo muito poderoso. Após 1 a 2 anos pode haver a necessidade de uma manutenção, que vai depender dos hábitos do paciente.

 

Quanto custa, em média, um clareamento dental ?

Um tratamento caseiro custa em média RS 500,00. Em consultório o preço pode chegar a mais de R$2500,00. O preço varia de acordo com o local e nível do consultório além do aparelho utilizado para ativação dos géis.

Um tratamento de alto custo-benefício que recomendamos para quem busca um clareamento dental caseiro é o Bella Branqueador. O seu preço é ótimo e o produto é muito eficiente.

 

Quais são os alimentos e bebidas proibidos durante o tratamento ?

Alimentos ou bebidas pigmentados e cigarros são os principais problemas do clareamento dental, e devem ser evitados durante o tratamento. Exemplos: refrigerante de cola, café, vinho tinto, amora, açaí, chá preto, chocolate escuro, beterraba, cenoura, molho de soja e molho inglês, frutas cítricas entre outras.

veja aqui o clareador dental que nós recomendamos o whitemax.

 

No clareamento dental caseiro é necessário dormir com o gel na boca?

Não. Antigamente só havia uma fórmula de gel, e o clareamento dental caseiro ficou conhecido por ser aquele em que se usa durante o sono por 8 horas. Hoje os tempos mudaram e existem várias fórmulas, que vão desde as mesmas 8 horas até mesmo a géis que só precisam ser usados nas moldeiras por 1 hora por dia. O tratamento caseiro ficou muito mais profissional e muito mais cômodo atualmente.

 

Após o clareamento, por quanto tempo os dentes vão ficar brancos?
O efeito do tratamento dura, em média, de 2 a 3 anos. Mas há estudos revelando que em 43% dos casos os dentes ficam estáveis por mais de 5 anos.

O tempo que vai durar o seu clareamento vai depender basicamente da sua alimentação. Quanto menos alimentos escuros e com corantes estiverem no seu cardápio maior será o tempo de duração de seu clareamento.

Foi feita há alguns anos uma pesquisa com pacientes que fizeram clareamento, e após 5 anos fizeram um comparativo da cor de início com a cor final. A conclusão foi que, em média, houve 20% de perda de cor dos dentes. Ou seja, se numa escala de 1 a 10 a cor inicial dos dentes logo após o clareamento era 1, após 5 anos os dentes estariam na cor 3.

 

Quanto tempo duram as sessões de clareamento dental?

A média de tratamento para um clareamento dental caseiro varia de 2 a 4 semanas (1 a 6 horas por dia), e para o clareamento em consultório varia de 2 a 3 sessões (em torno de 1h30 a 2h cada sessão).

Não existe clareamento dental feito em sessão única. Isso é apenas estratégia de marketing. Mesmo em consultório, uma sessão ainda não é o suficiente para um clareamento completo dos dentes, embora já seja possível notar significativa melhora de cor logo na primeira sessão.

 

Todo dente clareado fica com a mesma cor? O dentes ficam totalmente brancos ?

Não. Alguns dentes não chegam a cor mais branca possível, já que isso varia de pessoa para pessoa. Porém pode-se afirmar com total certeza, que o resultado do clareamente dental é SEMPRE satisfatório com relação ao dente ficar mais claro do que era antes.

No caso do clareamento, usamos uma escala de cores que hipoteticamente vai de 1 a 10. Se um dente está na cor 7 e passa para a cor 2 ou 3, ele melhorou muito, mesmo que não tenha atingido a cor 1. O resultado vai ser bastante satisfatório ao paciente.

 

Usar pastas de dente branqueadora ajuda no tratamento?

Na verdade não. As pastas whitening (que significam “branqueamento” em inglês) não têm o mesmo mecanismo de ação que os clareamentos de consultório e caseiro. Essas pastas contêm partículas abrasivas que danificam a estrutura dos dentes, “raspando” a camada superficial do esmalte junto com as manchas mais superficiais.

O uso diário e prolongado desse tipo de pasta pode fazer com que se tenha o resultado inverso ao pretendido. Com a remoção contínua de esmalte, a dentina, que é a camada abaixo do esmalte e é mais amarelada, fica mais visível, deixando o dente, por consequência, mais manchado.

Outro problema: durante o clareamento dental, o esmalte do dente pode ficar mais frágil, que pioraria ainda mais com o uso dessas pastas. Mesmo assim, as pastas whitening podem ser utilizadas ocasionalmente de forma esporádica, mas não são recomendadas para o uso diário.

 

Quem não pode fazer clareamento dental?

Na verdade não existem contra-indicações. Todos podem fazer o clareamento. Cientificamente, entretanto, recomenda-se evitar apenas por precaução o tratamento em gestantes, lactantes, pessoas com lesões orais importantes, pessoas com hipersensibilidade dentária, com retração gengival, bruxismo e em crianças.

Também não é indicado fazer clareamentos dentais em pessoas que possuam próteses ou restaurações visíveis, já que o tratamento apenas funcionará para dentes vivos, o que ocasionará grande desarmonia de cores ao final do tratamento. Nesse caso, o paciente deve estar consciente que, após o tratamento clareador, talvez tenha que trocar ou retocar as restaurações antigas.

 

Existe uma idade mínima para realizar o clareamento?

Não há contra-indicação específica de acordo com a idade, mas há um consenso entre profissionais da área de que o ideal seria a partir dos 18 anos. Antes disso, o clareamento dental não é indicado nem recomendado, exceto em raras situações.

Crianças e adolescentes possuem restrições que devem ser avaliadas caso a caso. Os dentes têm características histológicas que mudam com a idade. Pacientes têm dentes com perfis histológicos diferentes numa mesma boca. Por isso, o diagnóstico é importante e as diferentes faixas etárias devem receber posologias, concentrações e modalidades de tratamento diferentes.